Sexo e a Umbanda

Muladhara – O Chakra Básico, o chakra raíz

Saudações buscadores da Verdade, aprendizes e companheiros de senda, aqui quem vos fala é o neófito com mais um tema relativamente polêmico e para dar pano para a manga.

Porque o Sexo é tão repudiado antes dos trabalhos espirituais? Esse artigo não entrarei no mérito do álcool e carne vermelha (AINDA!) Para não ficar muito extenso. 😉

Bem, meus amados irmãos, vamos lá tentar esmiuçar um pouco do que é o SEXO, esse ato tão apreciado por nós e tão simbolicamente repudiado pelo mundo espiritual.

Antes de mais nada, o sexo nada mais é que compartilhar prazeres e desejos entre duas ou mais pessoas, é o toque, o gesto, é o conhecimento do próprio corpo e do corpo do parceiro, é o ato de dar vazão ao instinto que todos nós temos enquanto vivos nesse invólucro carnal condutor de pecados (risos). O Sexo é estudado por diversas escolas litúrgicas, algumas atingindo o extremo da ignorância retirando o clitóris da mulher para que a mesma seja impedida de sentir prazer e não cair na tentação da carne, o mesmo também ocorriam com muitos homens, o ato de “castrar” os homens tornando-os eunucos. Como sempre, tudo é a linda e maravilhosa sábia religião (independente de qual seja), que nos impede da verdade e nos leva ao inesgotável caminho da ignorância e superstição, não?

O próprio celibato dos católicos, muitos não sabem, deu-se origem em meados do século XIV porque custava MUITO CARO PARA A IGREJA MANTER O CORPO ECLESIÁSTICO E SEUS DESCENDENTES, isso mesmo, meus amados, o celibato cristão teve interesse muito mais econômico que religioso, era comum e a história não nega, que muitos cardeais tinham não somente uma esposa, mas várias, e muitos filhos, sustentar esse monte de “bocas” ficava caro para a Igreja instituindo então, o celibato. Interessantemente isso ocorreu em uma época que já existia alta corrupção dentro do papado, mas que não é o foco do artigo.

O Sexo algo tão abominável por diversas religiões e repudiado por muitos ascetas e “puros” de espírito, que seria a ativação do chakra básico em sua plenitude e trazendo essa força visceral e incontrolável de forma positiva ou negativa ao nosso corpo espiritual.

“Energia Sexual é a energia criativa que move a vida, nossas vontades e desejos” como dizia nosso querido Carl Gustav Jung.

Praticar a abstinência sexual para muitas religiões é renegar os desejos da matéria, buscando assim a evolução espiritual, diminuindo ou esgotando qualquer dependência do corpo físico e focando apenas no conhecimento do corpo espiritual. Obviamente isso não é a realidade da grande maioria da população, ainda somos presos aos desejos e instintos do corpo físico, isso não significa que estamos longe da evolução, mas tudo tem o seu tempo e a sua etapa, é extremamente importante ressaltar que no fim, todos alcançaremos a evolução, para alguns levará mais tempo e para outros menos, mas isso não significa que será mal visto aos olhos do Mundo Superior.

No Hinduísmo, existem os Purusharthas que são os quatro objetivos da vida do hinduísmo, um deles é o kama, que é o prazer, o desejo. Ele está muito relacionado à vida sexual, independente de gênero, o sexo segundo os hindus é um importante aspecto na vida e felicidade do ser, é importante salientar que a atividade sexual é totalmente permitida, desde que não prejudique o darma, que também é um dos purusharthas.

Pegando um gancho, outras duas escolas também não são contra o sexo, porém, ele não pode ser baseado em luxúria, no templo de Delfos, existia o “Meden Agan” (Nada em Excesso) e o próprio Taoísmo nos ensina a seguir o “Caminho do Meio”.

Segundo a Cabala, que é o misticismo judaico, totalmente desprendido de religiões e dogmas, focado somente na evolução e conhecimento do ser individual, não há nenhum condutor mais profundo, poderoso ou potencialmente espiritual para a expressão de nosso desejo do que o sexo.  Portanto, diferente da religião, ele não deve ser suprimido, porém, moderado.

O Sexo é a troca de energias entre duas ou mais pessoas, essas energias podem ser totalmente benéficas ou maléficas a você, por isso, estimulam totalmente a escolha correta do parceiro.

Tudo bem, neófito, você falou pra caramba, mas quero saber da Umbanda!!!

Ok, conforme sempre digo, gosto de realizar analogias entre outras escolas que eu confio muito, das quais em sua grande maioria são de adeptos que também se preocupam com o estudo e não somente a repetição e a prática desenfreada, então, começamos a falar de sexo na umbanda, já que mostrei que não é algo pecaminoso e abominável, PORÉM, é uma prática que esgota fortemente a sua energia espiritual e até absorve a energia do parceiro que você entrou em contato, é aí que começa a questão…

É sabido que nos trabalhos mediúnicos, é preponderante o médium estar preparado energeticamente, é imprescindível que o médium esteja de acordo com a energia espiritual do ambiente, DESCANSADO, e focado nos trabalhos que realizará durante o dia de sessão, todos nós médiuns sabemos como é DESGASTANTE incorporar, dependendo da linha e do trabalho que se realiza, exaure toda nossa energia, imagine em um dia que praticamos sexo, chega um consulente na casa precisando de uma limpeza total, um trabalho de cura intenso? Como é que vai ficar a nossa energia espiritual e nossa sintonia com a entidade? Como poderemos desprender de nossa essência mediúnica a aplicar no consulente ali em questão?

É por esse único motivo que os mentores pedem esse pequeno resguardo, para que no dia do trabalho, você possa estar com todo o seu potencial vibratório, obviamente, cada pessoa tem o seu tempo de descanso, algumas, após 3 horas do ato sexual já está com toda sua energia renovada, outras demoram até 48h para que sua vibração e sintonia estejam de acordo com a incorporação, nada é uma regra, cada pessoa tem a sua peculiaridade e toda generalização é um erro.

“Cabe a nós ajudar e somente ao Pai julgar” Pai Guiné.

Alguns dizem que o esperma é que traz a sujeira, outros dizem que o que contamina o corpo sujando-o é o sangue, ambos, o sangue e o esperma que ficam teoricamente acumulados nos órgãos genitais. O que para mim é outra falácia, em relação ao sangue, o nosso corpo o possui em todas as extremidades e porque somente o sangue presente nos órgãos genitais é sujo, somente pela troca de fluídos durante o ato? Em relação ao sêmen, é o gerador de vida, e também está presente na genitália. Ambos estão presentes durante, antes ou depois da relação sexual, obviamente com bem menos intensidade, mas estão.

Existe também o fator SACRIFÍCIO, porque abstinência de sexo para a grande maioria da população é um grande sacrifício, uma forma de demonstrar sua devoção para o orixá, em registros antigos, é comumente encontrado que o sacrifício é a melhor forma de agradar a divindade, para isso, é imprescindível abster-se dos seus maiores instintos e desejos afim de demonstrar seu amor, respeito e devoção à sua Divindade, mas creio eu que já estamos em uma era de grande conhecimento, sabedoria, evolução e tudo evoluiu, assim como a espiritualidade é dinâmica e tudo no Universo, também é fatídico que a espiritualidade evoluiu ao ponto de entender as novas necessidades, filosofias e demandas da vida moderna, vida de asceta ficou lá atrás, assim como a vida de sacrifícios, superstições entre outros meios de PROVAR a SI e a Deus seu amor. Aí entra em um ponto interessante, o ser quando se desprende disso, é porque já atingiu tamanha sabedoria e evolução ao ponto de NÃO NECESSITAR MAIS DE NADA DISSO, prestem atenção, é MUITO DIFERENTE SE PRIVAR DE ALGO QUE GOSTA E SIMPLESMENTE DEIXAR DE PRECISAR DAQUILO QUE GOSTA, a evolução é autenticidade, é genuína e não sacrificante.

Da mesma forma que existem pessoas que já vivem muito bem sem dinheiro por não ligarem mais para a vida material, ao luxo, à riqueza, não ligam para carros, já possuem outros valores, assim também são as pessoas que não precisam ou não sentem mais a vontade de sexo e outros prazeres mundanos como a bebida, o fumo, entre outras coisas. Cada um no seu tempo, se abdicar das suas reais necessidades afim de realizar sacrifícios para mim é apenas falsidade, uma máscara, por isso sempre falo no blog, a evolução é sempre de dentro para fora, primeiro a mentalidade deve ser mudada, para que essa mudança não seja um sacrifício e sim uma decorrência de uma mentalidade evoluída.

Já citei aqui no blog que uma das melhores filhas que eu tinha na casa, as entidades atuavam de forma magistral e ela era garota de programa e é nesse preâmbulo que encerro o artigo tentando elucidar um pouco que não é porque o sexo é sujo e proibido e sim porque é uma pratica espiritualmente desgastante e que pode prejudicar o trabalho mediúnico durante os trabalhos. Cada pessoa tem o seu tempo de recuperação após o ato sexual e cada pessoa tem um nível vibratório bem particular, se a pessoa já tem pouca energia e ainda demora se restabelecer após o ato sexual, o seu trabalho ficará muito mais degradado que uma pessoa que possui muito mais energia e menor tempo de recuperação, portanto, o resguardo sexual é apenas para que possam desempenhar um bom trabalho espiritual e atuar em sua missão mediúnica com potência total.

Leitura complementar: http://www.nervespiritismo.com/sexualidade_e_o_espiritismo-01.html

Sem mais delongas.

Namastê.

Neófito da Luz.

Anúncios

Fechamento de Coroa

Chakra Sahasrara / Chakra Coronário

Saudações prezados irmãos.

Aqui quem vos fala é o neófito, com mais um artigo com o intuito de desmistificar algumas informações sobre a coroa e o fechamento.

Primeiramente, para os leitores assíduos do blog, podem estar perguntando: Mas de novo, neófito? Você já falou sobre isso!

Sim, eu realmente já dei algumas pinceladas sobre isso em diversos artigos, porém, como existem uma grande parcela preguiçosa, que quer tudo de mão beijada, separei o post com o título específico para discorrer das informações supracitadas.

Antes de mais nada, senhores, existem aqueles que buscam e no primeiro degrau, desistem, existem aqueles que buscam, são MOTIVADOS a buscarem, porém, pouco determinados e também param no meio do caminho, e existem aqueles que BUSCAM, e são DETERMINADOS a achar, quando o acham, descobrem que nada sabem, e renova o ciclo de busca pelo conhecimento e a prática do mesmo, tornando-se conhecimento aplicado, sabedoria. É sempre muito importante descobrirem qual tipo de buscador é você, isso vai fatalmente determinar quem é você e até onde você pode chegar, estou concluindo um assunto em relação ao determinismo que será mais exemplificado sobre isso.

Então comecemos do básico: Coroa é simplesmente o nome que dão ao chakra coronário, que é o chakra de onde recebemos informações provenientes do Universo, do Astral, do Cósmico, de Aruanda, de Agartha, de Atlântida ou qualquer outra denominação que queiram dar, em suma, é o elo principal de ligação entre o meio físico e extrafísico, entre o físico e o espiritual e por onde, como acreditam muitos, é recebida a irradiação da entidade.

Muitos médiuns no decorrer de suas vidas, simplesmente desistem da árdua missão em pregar a prática do bem e da caridade e decidem por fim, encerrar as atividades, e para isso, contrata aquele sacana sabichão que por alguns milhares de reais, vai afastar toda a espiritualidade da coroa, fechando a coroa e sendo assim, interrompendo os canais mediúnicos do seu corpo. Como seria bom se fosse fácil assim, não? O Guia simplesmente vir por um CANO e esse sabichão entupir o CANO! Simples, não?

Então… meus senhores, não acontece bem assim… Na realidade, esse fechamento de coroa é uma falácia imposta pela imundice governada pela ignorância de muitos sacerdotes sabichões, e ainda vou mais longe, muitas vezes, esse sacerdote sabichão acredita realmente que tem o poder para tal, às vezes ele não faz de má fé, ele faz porque realmente acredita nessa possibilidade e cobra por isso, o que para mim é menos grave, mas não deixa de ser grave.

Primeiramente vamos entender o mecanismo:

Você nasce predeterminado à realização de diversas atividades, é enviado a você mentores e amigos espirituais que contam com o mutualismo para que ambos evoluam e se beneficiem da Graça Cósmica, aí enquanto você é espírito, você está MOTIVADO, tendo a certeza que tudo vai ser DIFERENTE e diz para si mesmo em alto e bom som: AGORA VAI!

Aí você encarna, e junto com a carne, vem as mazelas do mundo físico, as tentações, os prazeres, aí é onde começa a ter aquela dicotomia interna em seu ser:

– Para quem vou para centro rodar igual a um Peru se posso desfrutar dessa baladinha, dar uns pegas e tudo mais?

Aí no outro final de semana:

– Ah não estou afim de ficar lá cantando e suando feito um porco não, eu quero é ir para a balada, tomar cachaça.

E isso vai acontecendo um dia após o outro, e falo isso com TODA A EXPERIÊNCIA porque já fui jovem, como já relatei no blog, gostava de muita sacanagem e já assumi que dei um tempo, não só por isso obviamente, mas por outros motivos muito complicados, que me afastei da espiritualidade e com isso, comecei a curtir um pouco minha vida.

Alguns têm a consciência que isso é passageiro, porque obviamente a missão chama, outros simplesmente não querem mais isso, querem evitar a todo custo o centro, seja por algum trauma ou seja por falta de afinidade, de uma forma ou de outra, como é natural de nós, começamos a buscar de circunstâncias para burlar esse processo, e isso é intrínseco do ser humano, seja para emagrecer, engordar, enriquecer, muitos preferem a velocidade do ilícito à estabilidade do vagaroso e recorre a esses chiqueiros, que infelizmente a nossa amada federação chama de centros para fazer esses rituais milagrosos.

Aí vai lá por algumas centenas ou milhares de reais, você compra aquele show gastronômico que daria para alimentar pelo menos um dia toda uma creche para fazer o trabalho ilícito e impossível.

E de repente… Voilá… você não tem mais entidades!

Digo-lhes com a mais absoluta certeza, não foi o trabalho que fechou a sua mediunidade e nem tampouco expulsou suas entidades, mesmo porque:

SER HUMANO NENHUM TEM A CAPACIDADE de MEXER NA MEDIUNIDADE DE NINGUÉM

O que aconteceu podemos explicar em algumas situações:

  • Seus mentores, indubitavelmente mais evoluídos que você, aprendeu a aceitar e compreender a sua atitude, mesmo que isso te custe muito depois. Sim, meus queridos, os mentores são amorosos, não são esses monstros que vocês aprendem em muitas casas, munidos com a cólera do cão e nem tampouco com a raiva do capiroto;
  • Os mentores que lhe acompanhavam, já estavam predeterminados a trabalhar com outros médiuns e esses compensam a sua ausência e irresponsabilidade;
  • Você pode não sentir nenhuma vibração mediúnica, porém, dependendo de como você está, como está seu veículo mediúnico bem como sua sintonia, você realmente não vai mais sentir seus mentores, porém, pode estar infestado de vibrações deletérias que te impedirá de ver com clareza o que ocorre ao seu redor.
  • Você não tinha absolutamente nada, apenas sua emoção fluindo nas sessões mediúnicas.

Já vi casos de pessoas que já correram em três, quatro sacerdotes para fechar a coroa e não foram bem-sucedidas, para isso, podemos contar com alguns fatores:

  • Essas entidades realmente precisam trabalhar a todo custo, precisam disso e precisam de você para evoluir;
  • Você já pode ter procrastinado isso por tempo demais ou até mesmo vidas demais, e chega uma hora que BASTA, ou você faz, ou você faz!
  • Você é um médium que canaliza entidades de baixas vibrações, e elas precisam utilizar o seu canal, seja você um viciado ou semelhante e precisam de você para sugar essas energias que você absorve em seu corpo perispiritual.

Como muita gente me envia e-mails falando que meus textos às vezes são grandes e dá preguiça de ler, então fui o mais sucinto possível, sem prolixidade.

Esse á a opinião do neófito sobre fechamento de coroa, para mim é apenas mais um subterfúgio baseado em falácia, superstição e consequentemente: Ignorância, sempre a maldita ignorância!

Não caiam no opróbrio das facilidades, nem tampouco em boatos, busquem, vivenciem, aprendam! Não é necessário nenhum Ritual fantástico para fechar sua coroa, basta apenas conversar, acender velas, meditar e pedir desculpas, que por motivos particulares, vocês não querem prosseguirem com a missão incubada, mas é sempre importante salientar:

“O plantio é opcional, mas a colheita é obrigatória”

O que é seu é seu, foi determinado pelas hostes cósmicas, determinada pela grande engenharia do Mundo Espiritual, ninguém aqui embaixo, possui tamanha autonomia para mudar o curso da história, qualquer um que ouse a ter tamanha pretensão, nada mais é que um serviçal com pompa de majestade.

Neófito da Luz.

Chakras Secundários e sua Relação com a Incorporação

De cada chakra principal, partem algumas correntes (nádís) para distribuir o prána pelos chakras secundários. Há um número indeterminado de chakras secundários no corpo humano. Só nas palmas das mãos temos cerca de 35 em cada. Assim, quando procedemos aos mantras, marcando o ritmo com palmas, estamos estimulando nada menos que 70 pequenos chakras através do atrito. O atrito gera energia térmica e eletricidade estática, manifestações de prána.
Os Chakras secundários dependem dos principais , o mesmo é dizer que se um Chacra principal estiver desequilibrado os seus chacras secundários correspondentes também estão em desequilíbrio
Vejamos alguns dos “principais” chakras secundários
 

Chakra Umeral:

Fica nas costas, na altura da omoplata esquerda (entre e sobre o pulmão esquerdo. É o chakra espiritual, pois através dele que as energias se conectam. É o chakra mediúnico e de proteção, porque equilibra as energias positivas e negativas em excesso. É um gerenciador energético. É através dele que recebemos, em primeiro lugar, todos os contatos espirituais. É composto de 02 hélices ou pétalas que giram no sentido horário quando captam energias (incorporação) e no anti-horário quanto repelem energias (desincorporação). Tem coloração variável, mas o azul claro e o verde são predominantes. Oscila entre as outras matizes de acordo com a energia que está sendo captada.
Esse é um chakra extremamente importante para avaliarmos se estamos com algum problema espiritual. Ele mantém a nossa individualidade e depende do desenvolvimento do chakra do plexo solar, ou seja, da proteção do baço. Ele rege todas as energias que habitam o nosso espaço e as organiza.
Ele também processa as energias do ambiente e, filtra as energias densas que transitam no nosso campo energético. Quanto mais percebemos e desenvolvemos as nossas qualidades vibratórias, mais estaremos trabalhando o chakra umeral. Em uma leitura energética ele serve como um parâmetro para que possamos entender se o paciente está com algum tipo de contaminação energética.

Basicamente esse chakra se desarmoniza por três fatores:

  1. vivência de padrões pessimistas, negativos e derrotistas. Por exemplo: “tudo na vida para mim é difícil”, ou “esse tipo de coisa só acontece comigo”, “eu não mereço isso”, “eu não tenho capacidade para realizar essa tarefa”, etc.
  2. quando a pessoa está tão desarmonizada (buracos áuricos), que acaba ficando exposta, vulnerável à energia dos ambientes ou pessoas com que se encontra, em que haja uma vibração não muito boa.
  3. por energias intrusas ou espíritos obsessores. É importante que saibamos diferenciar quando uma desarmonia espiritual está relacionada com o chakra coronário que é por onde recebemos a energia cósmica ou com o umeral que conta o grau de vulnerabilidade que o paciente está em relação a energias negativas

Chakras das Mãos:

Localizados na região central das palmas das mãos. Caracterizados por estarem numa região terminal do corpo, denotam ponto de entrada ou escape de energia. São os chakras de ativação mais fácil e seguro, sendo que sua ativação permite o desenvolvimento da capacidade de sentir energias sutis e também de sentir a aura. Manipulação energética. São pontos de entrada ou escape de energia.

Descrição Detalhada:

Localização: palmas das mãos.
Sem cor específica.
Este chakra tem um papel à parte.
Tem a mesma característica do cristal branco: aciona ou desativa energia.
O chakra das mãos é um veículo direto através do qual as Forças Cósmicas operam.
Interferimos apenas para intuir e acionar a ordem que deve ser dada em cada caso.
Para carregar este chakra com a energia cósmica, basta esfregar as palmas das mãos uma na outra. Este é o gesto básico, primeiro, de qualquer trabalho de energização.

No momento em que fazemos isto, sentimos um calor ou um formigamento no lugar onde esfregamos. Isso significa que captamos as partículas de energia do ar, aglutinando-as e transformando-as numa onda, como um raio laser.

Uma vez carregadas as mãos (durante uma energização devemos carregá-las quantas vezes acharmos necessário), vamos usá-las de inúmeras maneiras, conforme a necessidade do momento.
O passe magnético ou massagem energética pode ser aplicado nas mais variadas situações: podemos passar as mãos ao longo e acima do corpo de uma pessoa, para captar seus circuitos bloqueados e desbloqueá-los.
Podemos carregar as mãos e jogar uma energia de ativação ou desativação, pedindo, por exemplo, a cor verde sobre alguém que esteja com febre.
Tanto podemos usar este gesto de uma maneira generalizada, buscando o bem-estar do outro, ou o nosso próprio, como podemos especificar o uso.
Por exemplo: para tirar uma dor, aliviar uma angústia, fazer um pedido.
Nesse caso, basta acoplar ao gesto de energização uma ordem mental, a que ocorrer, a que parecer mais indicada. Virá intuitivamente.
Podemos jogar energia positiva no ambiente.
Podemos utilizar esse gesto simples de esfregar as mãos para captar energia para nosso próprio alimento ou para alimentar outra pessoa.
EXEMPLO DE EXERCÍCIO COM O CHAKRA DAS MÃOS
Energização da água
Encha um copo com água.
Esfregue as palmas das mãos.
Conecte-se à Fonte.
Coloque a mão direita, com a palma para baixo, acima do copo.
Posicione a mão esquerda com a palma para cima.
A mão esquerda “puxa” a energia e a direita a transmite à água.
Mentalize para que você deseja energizar a água.
Exemplo:
“Energizo esta água para que me proteja de todas as energias mal qualificadas”
ou
“Energizo esta água para que me dê energia, saúde, bem-estar” etc.
Permaneça mentalizando e com as mãos posicionadas o tempo que julgar necessário. Você deve procurar “sentir” quando o exercício terminou. Beba a água.
Usando o mesmo processo, podemos energizar o que quisermos: comida, roupa, perfume etc.
Não esqueça: quando for energizar alguma coisa para outra pessoa, peça licença à Lei Universal e à Divina Presença Eu Sou dessa pessoa, evitando fazer pedidos muito específicos, a não ser que se trate de curar uma dor, um sentimento de angústia etc., pois você não sabe as reais necessidades dela.
NOTA: Sempre que trabalhar com as mãos para outra pessoa, lave-as muito bem com água e sabão, após o exercício. Isso libera você da energia que não é sua.

Chakras dos Pés:

Localizado nas solas dos pés, sua finalidade é descarregar energia elétrica (estática) gerada pelo corpo físico (Um dos pés a energia é aferente = Conduz de fora para dentro. No outro é eferente = Conduz de Dentro para fora), como também a absorção prânica. Aterramento. Relação com a Mãe Terra. Estabilidade em geral.

Chakra do Joelho:

Atua como um transformador, regulando a quantidade de corrente que deve entrar no corpo. Aprendendo e ensinando. Flexibilidade em lidar com grandes quantidades de energia.

Os Chakras do Bico do Peito:

Nutrição/Responsabilidade – Posição: Bicos do Peito: Esses chakras organizam energias que são relacionadas com a nossa nutrição – em todos os níveis possíveis – e a nutrição das pessoas das quais gostamos. Também organiza a maneira com que lidamos com a responsabilidade.

Os Chakras Yin/Yang (ombros):

Posição: No centro de cada ombro. A energia é direcionada para o céu. No ombro direito fica o Chakra Yang. No ombro esquerdo fica o Chakra Yin.O Chakra Yang organiza o 1º, 3º e 5º chakras principais. O Chakra Yin organiza o 2º, 4º e 6º chakras principais.
Os Chakras Yin/Yang trabalham com os respectivos chakras principais relacionados acima, de forma semelhante àquela com a qual o 7º chakra trabalha com todos os chakras principais.
Os Chakras dos Tornozelos:
A flexibilidade de ficar centrado durante mudanças na vida. Flexibilidade em como ganhar a vida.

O Pa Kua Superior:

Organiza o fluxo de energia para o tórax, ombros, braços, pescoço e cabeça.

O Pa Kua Inferior:

Organiza o fluxo de energia para as pernas, pélvis, espinha em geral e barriga.

Chakra do Timo e Alta Major

O chakra do timo é associado com a energia crística (situa-se entre o chakra cardíaco e o laríngeo); e o “alta major” é associado com a canalização (situa-se na parte de trás das nossas cabeças, abaixo da nossa região occipital).”

Chakra Void

“Cercando os chakras: umbilical e o plexo solar, está o Void que representa o princípio do mestre dentro de nós. Quando a Kundalini é despertada e passa através do Void, esse princípio do mestre é estabelecido:
“Assim, como diz Shri Mataji, na Sahaja Yoga, você se torna seu próprio guru. É capaz de se livrar de tudo que o escraviza, tornando-se o seu próprio mestre.”

Câmara Secreta do Coração

“Este é o Chakra Secreto ligado ao oitavo raio, ele tem oito pétalas, situa-se atrás do chakra do coração. Este é o lugar sagrado de Deus no homem, é aqui que se encontra o altar secreto do nosso Santo Cristo Pessoal. Neste altar podemos colocar tudo o que nos é mais sagrado como uma espada de luz ou um manto da invisibilidade.”

Chakra do Diafragma

Situa-se entre os chakras: cardíaco e plexo solar. Por estar relacionado ao plexo solar, está intimamente ligado às emoções, sendo assim, ele atua no equilíbrio das energias irradiadas e recebidas para os outros chakras. Fica no centro do peito, na linha dos mamilos e através dele podemos eliminar muito do lixo kármico que nos impede de atingir nossos objetivos.

fonte: http://www.mestresascensos.com/2011/06/chakras-secundarios.html