Quero Sair do Centro, e Agora?

Saudações prezados irmãos de fé.

Esse artigo é um dos que eu considero de suma importância e que demorei demais escrever sobre.

Muitos médiuns me indagam como proceder ao sair do centro, se ocorrerão sequelas, quizilas ou quaisquer outras denominações que significam problemas ou consequências.

Esse tipo de insegurança é extremamente normal, principalmente em centros que semeiam em seus filhos a quizila, a imposição, o medo, entre outros substantivos que denotam a ditadura ainda existente em muitos centros afro-brasileiros.

Devemos seguir o correto, primeiramente pedir licença ao dirigente do centro para que possam dar continuidade à evolução espiritual de vocês, o GRANDE PROBLEMA é que muitos dirigentes são inflados de ego e a grande maioria não aceita isso com bons olhos, e isso é um fato! Com isso, alguns começam a proferir ameaças, outros apenas alguns avisos, que tem que tomar cuidado que o orixá vai cobrar e blablabla.

Muitos de nós, sentimo-nos com a consciência pesada, afinal, estamos “largando” alguém que muitas vezes demandou tempo para cuidar de nós, embora isso seja um caso muito raro, porque a grande maioria das pessoas que saem dos centros, é justamente por estarem descontentes com a sua evolução mediúnica, com a omissão do dirigente ou até mesmo fofoca, o que é um grande câncer em muitas casas de Umbanda.

Eu mesmo iniciei meu desenvolvimento em “pulgueiros” assim, o dirigente era vaidoso, é ele que trouxe seus orixás para a Terra então é a ele que devemos total devoção, é o dirigente corroborando com fofocas, aqueles papos chatos presentes 99,9% de fulano estava ou não incorporado e que o guia do fulano falou besteira ou cometeu algum ato duvidoso.

Independente da sua realidade, independente do seu motivo, é obrigação do dirigente compreendê-lo e deixar que você siga a sua vida, muitos dirigentes sentem-se rejeitados e as pessoas não lidam bem com rejeição, o que causa medo dos médiuns que pedem licença e é onde começam os problemas.

Então vamos a alguns fatores que que o médium tem que ter total consciência:

  1. O Dirigente não tem NENHUM poder sobre sua corrente mediúnica, não vai prender seus orixás, nem tampouco seus guias como existem ainda muitas casas que o afirmam;
  2. O seu motivo é e sempre será compreendido pelos seus mentores, seja uma dúvida, seja a falta de tempo (Que poderá ser cobrada depois) ou por motivos pessoais;
  3. Quaisquer paramentos que estejam no centro que você está se retirando, leve-os consigo, quartinha, chapéus, firmezas de exus, mesmo o dirigente dizendo que devem ficar lá, são seus paramentos, são solicitações dos SEUS guias então consequentemente são SEUS, então leve-os;
  4. A ameaça realizada por muitos é normal, mas não caiam nessa armadilha, os guias do dirigente não o cobrarão, não o castigarão e nem tampouco o punirão, isso é falácia de sacerdote que prefere ter a casa cheia para se exibir com outros sacerdotes;
  5. Saia de forma honesta e íntegra, não se sabe o dia de amanhã, talvez você mesmo possa voltar para essa casa, não cometam o erro de sair brigados, mesmo porque, o meio umbandista é muito pequeno e todo mundo conhece todo mundo
  6. NÃO PAGUE TAXA DE SAÍDA, SIM, ACREDITEM, TEM CENTROS QUE COBRAM POR ISSO, isso é mais uma armadilha da Umbanda Capitalista que adora abraçar pessoas medrosas e ignorantes, não caiam nessa cilada.

O direito de ir e vir prevalece também na escolha de um centro do qual você se adeque, tudo passa por uma fase, no começo o centro talvez era excelente pra você, ao passo que você amadurece e evolui, você começa a olhar o centro com outros olhos ou chega a um momento que você não tem mais por onde evoluir, por diversos motivos, seja o dirigente não lhe dá a devida atenção, não consegue acompanhar seu desenvolvimento, não te dá a oportunidade de trabalho correta, são inúmeros motivos que levam sair de uma casa, seja por influência dos seus próprios mentores, seja porque a vibração da casa mudou, diversos são os motivos, mas saibam, NÃO EXISTE ESSE NEGÓCIO DE QUE SERÃO PUNIDOS, não se apeguem ao medo, é como eu sempre digo a todos, religião é a nossa comunhão com Deus, ela deve nos trazer paz, tranquilidade, qualquer cosia diferente disso, não é religião, é mais um ponto de stress e que merece o devido cuidado. Religião é religação com Deus e não chateação e decepção.

Apenas um artigo simples e de coração.

Neófito da Luz .’.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s