Fios de Contas, Guias ou Colares de Orixás

Saudações fraternas irmãos de fé.

Como foram de Réveillon? Tudo em paz?

Promessa proferida é promessa cumprida, aqui estou eu para dar uma breve opinião sobre esses elementos tão utilizados na Umbanda.

Normalmente são conhecidas como Fios de Conta, Fios de Santo, Cordão do Santo, Colar de Guias ou até mesmo Cordão de Guias, a nomenclatura se difere pela região e até mesmo pelo culto umbandista praticado no centro.

Sigo praticamente a mesma opinião do post: “Uma Breve Opinião Pessoal sobre Patuás, Talismãs, Amuletos“, são elementos que condensam a energia, mas se tornam pífios se o médium não está apto vibratoriamente para utilizá-los.

Independente se é miçanga, cristal, se o fio é de nylon ou de barbante, a função do fio-de-conta é proteger o médium de energias deletérias e fortalecer a vibração da entidade que solicitou o fio-de-conta em sua matéria. Também serve para fixar a vibração no médium que está utilizando e muitos centros também utilizam os fios de conta como para-raios, ou seja, se o médium receber uma forte descarga energética negativa, essa energia é atraída pelo fio de conta quebrando-a e impedindo que essa energia alcance a matéria do médium.

Eu particularmente gosto de confeccionar com o barbante e comprar as miçangas separadamente, deixo-as de molho de um dia para o outro curtido em um separado de ervas com arruda, guiné, alecrim, alfazema, rosas brancas, folha de pitanga e alterno as demais com mirra, sândalo, capim santo ou até mesmo quebra-pedra. Deixo-as recebendo a energia solar se possível e a energia lunar com uma vela acesa, de preferência para o orixá que vamos firmar nesse fio de contas.

Mesmo prevalecendo a forma-pensamento e a vibração do médium como principal condutor e veículo energético, é sempre importante, utilizar recursos que auxiliam o mecanismo de proteção e firmeza de cada filho na casa, e como o fio de conta, que deve receber uma atenção especial no ritual, nada melhor que tenha sua confecção realizada de forma séria, rezada e firme.

Importante salientar que todo e qualquer objeto espiritual que possuímos, devemos evitar que entrem em contato com outras pessoas, por desconhecermos a verdadeira intenção daquele que a toca, não que isso vá prejudicar a sua vida, mas a energia dessa pessoa pode macular todo o potencial energético de seu fio de conta, em outras palavras, pode enfraquece-la, com isso, é de suma importância o cuidado ao guardá-la, de preferência, guardá-la em uma toalha branca, um lenço e manter em um local onde somente você pode manuseá-la.

Eventualmente é bom lavá-las com ervas para que possa ser realizada a manutenção vibratória dessa ferramenta, como tudo, é necessária uma recarga para que possa ser revigorada com todo o potencial, assim como precisamos dormir, os cristais precisam ser energizados, assim também acontece com os fios de conta.

São talismãs utilizados em nossa Umbanda, e como eu mesmo já ressaltei em um post específico, a utilização de fios de conta, talismãs, patuás, amuletos remontam desde as antigas eras, desde os povos antigos, era necessária a utilização de colares para proteção.

Também gosto de ressaltar que o fio de conta ele na verdade é um círculo, e dentro do meio de magia, o círculo é um elemento preponderante para qualquer manipulação de magia, seja na goétia, seja na Wicca, até mesmo nos pontos de Umbanda, o que merece um post específico para maiores elucidações a respeito desse caso.

É o que eu sempre digo, tudo está interligado, basta nos atentarmos aos detalhes.

Não é a minha intenção aqui ficar explanando cores de fios de conta, mesmo porque cada casa trabalha de uma forma específica, em algumas casas Iansã usa vermelho, em outras rosas, em outras, o amarelo, e não cabe a mim julgar ou especificar qual é a cor verdadeira, mesmo porque a Verdade é individual para cada um.

A Quantidade de fios de conta de cada cor, se é sete em sete, três em três, uma em uma, também varia de acordo com o guia, o orixá ou até mesmo a forma de trabalho particular da casa.

Quando utilizam esse fio de conta, é importante lembrar que o círculo cria um sagrado espaço, abrindo determinados portais vibratórios, portanto, é interessante ressaltar como é importante a firmeza de sua cabeça durante os trabalhos umbandistas, é como eu sempre digo, a sua firmeza é o seu principal condutor de vida, seja espiritual ou material, portanto, mente sempre firme.

Eu particularmente sou contra médiuns que vão à toalete com os fios de conta, até mesmo pelo respeito e pela carga vibratória ali atribuída e nem repetir o mesmo erro que cometi na adolescência, mal tirei o fio de conta e já fui passar a noite com a minha namorada durante a ocasião.

A Limpeza das Guias é o mesmo processo que eu utilizo no ato da confecção, mesmo porque eu considero que é uma forma de “renovar os votos” com o seu elemento mágico.

O fio de conta é coisa séria, é uma forma de respeito entre você e o solicitante, entre você e os guias e orixás, mas de nada adianta utilizar fios de conta com a mente em trevas, fios de contas não fazem milagres, é apenas mais uma ferramenta auxiliar no processo de comunicação entre você e seus irmãos de jornada, algo que ajuda, mas não é tão determinante como muitos médiuns consideram. Uma vez ouvi um irmão falar: “Quero ver vir eguns ou qualquer coisa aqui, aqui agora é peito de aço” e sabemos que não funciona bem assim. Rsr

Meus sinceros votos de paz, amor e prosperidade a todos.

Neófito da Luz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s