O Verdadeiro Mago da Umbanda – Parte I

Paz e Luz, prezados irmãos de senda.

Primeiramente vamos definir o que é magia, importante salientar que a etimologia da palavra vem da palavra persa MAGI, que significa SÁBIO. A Magia visa a manipulação das energias provenientes da natureza para um determinado fim. Visa extrair a energia oculta dos quatro elementos para que possa manipular determinados fenômenos. Ao acendermos uma vela e pedirmos ou evocarmos um espírito, já estamos realizando MAGIA.

Então já sabemos o que é magia, consequentemente um MAGO é aquele que sabe realizar a MAGIA.

É importante salientar que existem dezenas de tipos de magia, são diversas, das mais variadas formas, até as simples simpatias, são consideradas magia.

Para não me estender muito, vou colocar algumas mais conhecidas abaixo:

  • Magia Teosófica, é aquela que teve como iniciados, Papus, Eliphas Levi e Blavatsky, a Magia é dada pelo Poder do Criador, a Palavra, essa magia tem fortes raízes com o Oriente, como grande parte dos tipos de Magia;
  • Magia Enoquiana, é um mecanismo extremamente complexo, com alto grau de simbologia que visa e evocação de entidades para realização de feitos, assim como Conjuração e Alquimia;
  • Magia Wicca, hoje já é modinha novamente, é uma cultura de tradição celta, é uma religião pagã que visa o politeísmo e a prática evocatória da Natureza e Espíritos Elementais;
  • Magia Sexual, também conhecida no hinduísmo como Tantra, onde o sêmen do homem e a vulva da mulher são sagrados e é uma grande fonte de energia e evolução espiritual desde que realizada da maneira correta e regrada

Dentre outras, temos a magia musical, a cromoterápica, a alquímica, entre outras várias.

Como podem notar, a magia é extremamente dependente do elemento evocatório, para a magia ser realizada, é necessária uma Ordem, uma Força que a manipule e a transmute, migre, modifique, transforme ou execute e essa Ordem é dada através de um Mago.

Aí é onde entra várias escolas de magia, que visam misturar e mesclar todos esses mecanismos e que dizem FORMAR magos de suas escolas, em minha humilde opinião são mecanismos capitalistas de se obter renda, porque a verdadeira magia está na Teurgia, que explicarei logo a seguir.

Existe um trecho de Mateus que diz:

“Não dêem o que é sagrado aos cães, nem atirem suas pérolas aos porcos; caso contrário, estes as pisarão e, aqueles, voltando-se contra vocês, os despedaçarão”.
Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta.
Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.
Qual de vocês, se seu filho pedir pão, lhe dará uma pedra?
Ou se pedir peixe, lhe dará uma cobra?”

O primeiro parágrafo significa não dar o que é sagrado a qualquer um, ou seja, Magia é conhecimento iniciático, é necessário estudo aprofundado para manipulação e transmutação de elementos naturais, caso vocês não possuam tal conhecimento e o use de forma inadequada ou mal ensinada, se voltará contra você.  Ou seja, cuidado com certos cursos e propagandas que te torna mago em apenas alguns dias.

Também podemos perceber que fala sobre o poder do pedido, o poder da prece, todo aquele que pede e busca, encontrarás, todos o que pedem, recebem, desde que sejam sinceros em seu coração.

Várias Escolas Iniciáticas, Antigas Fraternidades são veementes nesse processo, e no que me foi ensinado, depois da Vontade, do Poder do Pensamento, vem o Verbo, você verbalizar aquilo que quer, seja por oração, seja por devoção, seja por adoração, ou seja, antes de praticar a magia com qualquer elemento natural, temos que ter a firmeza de cabeça, a firmeza de pensamento e posteriormente proferir verbalmente ao Universo, qualquer magia ocorre dessa maneira e não é diferente, seja para conjurar, seja para um olho gordo, seja para dirigir um olhar de inveja, existe a Vontade Antes de tudo e posteriormente o Verbo, antes de acender a vela, antes mesmo de incorporar qualquer guia. É a Vontade, e eu sempre digo, que a Vontade é a manifestação Divina no seu Consciente. Há um antigo ditado nos templos shaolins que dizem: “Não existe não consigo, existe não quero, e o querer é poder”.

Então, indubitalvemente não existe um bom mago, se não conhece a Teurgia, que demonstrarei o conceito abaixo:

Teurgia é um termo antigo utilizado para nomear uma arte bastante sutil que é baseada no aprimoramento das condições da nossa mente para nos sintonizar ao nosso interior, ao nosso inconsciente e, consequentemente aos planos mais sutis de nossa consciência e do Plano Espiritual. A palavra Teurgia, que tem origem grega, significa “obra divina”. A prática da Teurgia consiste em um conjunto de conhecimentos que fazem parte de um contexto maior conhecido como Ciência Sagrada. Sua prática se baseia no estudo e utilização de símbolos e rituais, na visualização criativa, no uso da vontade, do amor e dos poderes criativos da nossa mente (concentração, percepção e serenidade).

Não seria os símbolos, rituais, visualização criativa (Firmar a cabeça) ou até mesmo o que presenciamos no filme “O Segredo”, a arte de visualizar para se materializar? Não seria o uso da vontade, do amor e da concentração fundamentos indispensáveis para um médium dentro da Umbanda? Dentro do Esoterismo ou dentro do Espiritismo em Geral?

Então, meus caros irmãos, sem a teurgia não se tem nada, ela que determina a Força de Vontade, o direcionamento da Magia, o amor, a verbalização do que propomos, a oração, a reza dos Salmos, então não adianta você se formar como mago dos 1500 elementos se não possuem o básico, e isso, só um Iniciado possui, é necessário praticar incessantemente a teurgia para ser um bom mago,  não adianta você comprar um livro sobre as 5000 ervas do mundo se não tem a Vontade, a Verbalização, a Força. É o mesmo que dar um carro de 2.000.000 para um recém nascido dirigir.

É algo que sempre friso a vocês no blog, a Firmeza de Cabeça, a Força de Vontade é tudo para um trabalho bem executado, e isso não será um curso de 30 dias que vai te ensinar e sim seus estudos, suas práticas, sua diligência, a prática diária do amor, da evocação da Fé, da Vontade e do Amor ao Próximo, o curso é a ponta do iceberg, mas sem esses elementos, nunca chegarão em sua verdadeira profundidade.

Procurem saber sobre práticas teúrgicas, que muitas vezes são muito mais eficientes que trabalhos complexos de magia, aqueles ebós de mais de R$ 2000,00, a própria mão do sacerdote que é paga, os diversos cursos que gastam, a Umbanda, como qualquer prática mágica e espiritual, ela é simples, a iniciação, o aprendizado é custoso, irrefutavelmente, muito caro, mas a prática, a liturgia em si é simples.

Outra coisa que temos que nos atentar, é a diversidade de superstições e paradoxos dentro da Umbanda, por exemplo, acenda a vela pro seu anjo da guarda na altura do ombro, acima ou abaixo, ele pode não aceitar a vela.  Uma outra coisa muito falada dentro dos terreiros é acender vela ao Orixá porque ele precisa de Luz. Então são certas superstições dentro do âmbito magístico dentro dos terreiros que temos que nos atentar.

Tomem cuidado que existe muita ignorância, até mesmo muito circo em cima dos fundamentos magísticos de centros, entrar em terreiro com o pé direito pra não dar quizila, mulher não poder tocar atabaque menstruada porque é uma afronta aos orixás.

Tudo meus irmãos, depende única e exclusivamente da Vontade, porque em muitas casas, Ogum aceita o vermelho e branco, outras o azul, outras o verde e outras até o branco, existem regras de cores dentro de vários centros, cada centro tem a sua característica peculiar, como culto aos dias da semana, dias do mês, cores de orixás, formas de liturgia, porque mesmo com essa grande diversidade, tudo funciona? Uma casa fala que dá problema acender azul pra ogum, outras dizem que tem que ser o vermelho e branco, outras dá o inhame, outras dá apenas a cerveja e no final, tudo dá certo, por que?

Simples: Força de Vontade e Verbalização.

Até mesmo se você mentalizar muito forte um tipo de quizila, ela pode se tornar real, porque o poder de seu Pensamento é o que direciona os seus caminhos espirituais e consequentemente, as vias energéticas do seu plano espiritual.

Apenas reflitam sobre isso.

Simplicidade é tudo, aliado a um determinado conhecimento, ao seu Poder Pessoal de Pensamento junto com a Verbalização do que você necessita, você pode chegar longe, com ou sem oferendas, com ou sem vela.

O grande problema é que nós ainda precisamos potencializar materialmente nossa energia, é onde acendemos as velas, os incensos, colocamos um copo  d’agua para outras coisas, defumamos a casa, são apenas elementos potencializadores de energia, da qual é oriunda única e exclusivamente do seu plano mental, ou seja, da sua Força de Vontade.

Então, prezados companheiros de senda, o verdadeiro Mago é aquele que consegue traduzir sua vontade em prol dos outros, e quanto maior a sua força de vontade, mais força será direcionada à graça solicitada. Então, mesmo vocês com os mentores na matéria, mande boas energias, mentalize a Energia Divina, direcione seus melhores pensamentos àquele necessitado que, sem dúvidas, o seu poder e o poder da sua comunicação aumentará em dezenas de vezes, até chegar o momento de não precisar “incorporar”,  ou seja, do auxílio do seu mentor.

Antes de qualquer coisa, antes de entender de fato a teurgia, não se apegue tanto a elementais. Por enquanto, se apeguem ao poder de materializar aquilo que desejam, apenas com a Vontade, o Amor e o Verbo.

Namastê.

Neófito da Luz.

 

Anúncios

4 comentários sobre “O Verdadeiro Mago da Umbanda – Parte I

  1. Gratidão pelo texto que valoriza a simplicidade, a intenção. Namastê

  2. muito bom , parabéns pela publicação de uma verdade Salve Nosso Pai oxalá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s