Orixá de Cabeça

Extraído da Página: Estrela da Manhã

Saudações Fraternais aos Irmãos de Fé.

Me chegam muitas dúvidas sobre o desespero de descobrirem que é o Orixá de cabeça, decidi fazer essa síntese, apenas um resumo básico sobre o assunto.

A primeira é sobre o Orixá de cabeça, a Nossa Vibração Original, a Vibração Regente que viemos para esse orbe, importante salientar que Orixá pra mim nada tem a ver com o antropomorfismo de Orixá que perdeu a mulher, que traiu, que apanhou, entre outras lendas, nem seres que viveram na Terra e sofreram e depois se encantaram, pra mim é o nome da Vibração, essas lendas talvez sejam apenas alegorias que auxiliassem aos adeptos a entender  certas ideias, são arquétipos, nada mais que isso.

O Orixá é a sua Vibração, conhecendo-o, você automaticamente saberá qual é sua missão na Umbanda e consequentemente em sua vida, muitos filhos, inclusive eu, fica tomado pela ansiedade de descobrir quem é o Orixá Regente, sobre suas histórias, seus feitos, suas características, isso é extremamente natural, mas como já dizia um grande Mestre há milhares de anos atrás, em Verdade Vós Digo: Isso é relativamente indiferente.

Explicarei a todos porque, sei que muitos filhos aqui que já jogaram búzios com mais de uma pessoa, que já foram em mais de uma casa, grande parte teve respostas diferentes de seu orixá de frente, ou comumente falado na Umbanda, seu pai e mãe de cabeça, em uma casa você é filho de Oxóssi, em outra, é filho de Ogum e faz toda aquela salada em nossa cabeça.

Na minha vida mediúnica praticamente toda, sempre respondia Ogum em meu ori, como dizem no candomblé ou umbanda traçada, toda vez que um ifá era consultado ou um sacerdote vinha falar, sem dúvidas, vinha Ogum e ponto final, algumas vezes arriscaram Oxalá, mas 95% dos casos, era Ogum.

Isso pode ser compreendido de algumas formas, primeiramente, dentro de uma visão antropomorfista e bem preferida por muitos adeptos:

–       Ogum tomou a frente porque é um dos meus pais, é o meu padrinho de cabeça, é aquele Orixá que tem muita afinidade por mim e consequentemente, quer tomar a frente, mas por puro amor. Essa é uma das compreensões!

–       A outra, e sem querer fazer média, a que eu mais abomino é: Estão brigando pela sua cabeça, há uma Guerra em seu Ori, uma disputa de Orixás. Aí é onde me pergunto: Quem sou eu, um pedaço de carne podre, errante, e um Ser Celestial, que supostamente já alcançou a Evolução brigarem por mim! Irmãozinhos, é muita presunção, não? Aí eles não se decidem e ficam brigando pela minha cabeça. Minha modesta opinião é que se um sacerdote sabe mesmo o que fala, não vai ficar caindo toda hora um orixá diferente em sua cabeça;

–       Existe uma outra interpretação, uma das que eu mais acredito é o fato de você carregar algumas vibrações em seu Ori, claro, cada momento de nossa vida ou até mesmo dentro do mesmo ano, somos regidos por diferentes vibrações, uma época estamos mais calmos, na outra mais agitados, uma época dá tudo certo e na outra, as coisas começam a dar errado, então, temos sim a nossa vibração, o nosso Orixá de cabeça, mas indubitavelmente ele não rege a todo momento, isso é uma visão prática, eventualmente somos regidos por outros, algumas pessoas mais, outras, menos vezes ou até por menos vibrações, isso tudo depende de qual missão estratégica na terra ela terá. Entendo eu que toda casa que caía Ogum, é porque além de eu estar sob essa irradiação naquele momento, a casa em questão precisava dos meus guias sob a Égide de Ogum, para trazer vitórias, vencer demandas, para trazer o espírito de luta a mim e aos filhos que estavam na casa, bem como os assistentes que me procuravam.

Então, para descobrirem seus orixás de cabeça, isso virá com o tempo, eu descobri que era Xangô, pq sentia isso no íntimo, e ainda vou mais longe, nem sabia como Xangô vinha em Terra, durante um trabalho, me deu vontade de fechar as duas mãos, cruzar os braços e gritar, KIOOOO e depois gritar um KAOO bem forte, perguntando à minha madrinha na época, ela disse: Isso é Xangô meu filho. E posteriormente, alguns anos depois, um sacerdote que jogava muito bem me disse: Filho, podem te dar Ogum a vida toda, mas quem rege sua cabeça é Xangô, Ogum é o seu parceiro, o seu padrinho, o seu irmão, mas seu pai mesmo é Xangô.

E queridos irmãos, no fundo, se procurarmos bem no fundo, sabemos sim, é que devido a vários fatores, às vezes é necessário que outra vibração seja regente durante épocas da vida de vocês, eu mesmo, já senti muitas vezes Oxóssi na minha frente, e sempre vinha antes da linha de caboclos, teve realmente alguns meses de minha vida que ele “ENCARNOU” praticamente na minha cabeça, mas era pra me trazer sabedoria, abundância, prosperidade, conhecimento, o espírito da caça, do empreendedorismo, e assim vai, Orixás são vibrações da qual enviam seus representantes para nos fortalecer e nos purificar com sua energia. Também já tive grande parte da minha vida, a Irradiação de Iemanjá

Não se prendam a quem é o Orixá de cabeça, isso não vai atrapalhar a vida de vocês, é muito comum ouvirem que quando somos filho de um Orixá e somos coroados com outro, a nossa vida atrapalha, pode gerar certos problemas e até mesmo chegar a loucura, cuidado com as superstições irmãos, cuidado.  Nos dois primeiros centros que trabalhei, deitei pra Ogum, fiz todas as obrigações para Ogum, Xangô mesmo foi depois de 10 anos que fiz a obrigação para ele e não tive nenhum problema do Gênero.

Na Irradiação de Xangô, Namastê!

Neófito.

Anúncios

8 comentários sobre “Orixá de Cabeça

  1. Concordo, acho que temos o mestre de acordo com a necessidade, temos o professor de acordo com o nosso aprendizado, mas sim, temos alguém que cuida de nossa trajetória, podemos ate ter vários parceiros na caminhada, mas teremos um que será responsável por assim dizer por nossa vida. Não precisamos sair a procurar, precisamos e saber esperar trabalhar e caminhar, que tudo vem no tempo e no momento adequado.
    Saudações.

  2. nossa gostei muito foi lindo ler estas coizas que vc eswcreveu adorei mesmo eu sou medium de umbanda trabalho em terreiro a mas de 15 anos mas ainda nao fiz o santo o que vc acha de eu seguir a naçao de i jj de ilhé sera que faz mal? bjos amigo irmao e muito axé eu sou filha de ogum beira mar e reçebo xango tb nas ja me falaram que eu sou filha de xango sou de 07 de maio muito obrigado mesmo resposta

  3. Meu amigo, achei que fosse por acaso que encontrei o teu blog, mas hoje sei que não.Confesso que cada vez mais, quanto mais eu leio, mais eu admiro a sua pessoa e seu conhecimento. Pq dentro de tudo que falas tem as respostas que eu estou procurando, e pq sempre me questiono sobre o que vejo na casa onde estou. Não tenho tanta experiência, sou nova na religião, e ainda tenho muitas dúvidas…então acabo ficando confusa as vezes, pq respeito meus guias e mentores mas não concordo com situações que vejo na casa! Recebo a Jurema Flecheira na casa de Oxóssi das Matas….eu confesso que estando consciente fico em dúvida sobre a presença do meu guia. Não gosto de pensar que estou sendo indiferente com meu espirito protetor e da mesma forma me apavora achar que estou só sendo a pessoa…como se estivesse mentindo!!

    • Olá Cristina, tudo bem?
      Fico feliz que meu blog possa ser um lampião em sua estrada.

      Seja bem vinda!

      Abraços Fraternos.

  4. Eu acompanho desde minha adolescencia ali perto dos 14 mas aos 7 ja estava no meio.. e ate hj ja sao mais de 30 anos no meio.. nao incorporo, canto, toco. Sempre to no meio ..num sei que é meus mentores.. tenho vontade de saber. Mas qual é o csminho certo?

  5. Sua teoria me explica muita coisa , o fato é que passei por algo parecido e até hoje procuro resposta , por me darem Ewa e vim Oxum , ja me deram a teoria ewa me deu pra oxum cuidar porq ewa so iniciaria na cabeça de mulheres virgens ,porem ela continuaria ali com sua essencia , e é o que acontece a dança da minha oxum é diferenciada e minha oxum usa um amarelo ouro coral ou vermelho (seguindo o que minha mãe de santo diz ) tenho carinho imenso por ewa , mas amor mesmo é por Oxum .

    • Olá irmãzinha, tudo bem?

      Isso realmente é muito comum, ainda somos muito limitados para entender toda a complexidade da energia dos Orixás. Ainda estamos caminhando…

      Obrigado por sua visita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s