A forma de trabalho individual em cada casa.

Como alguns que já me conhecem, sabem do motivo do qual me afastei do blog, diversas atividades que demandavam grande parte do meu tempo e me impossibilitava de dedicar-me de forma aceitável ao plano espiritual. Mas como dizem, os mestres cósmicos respeitam o tempo que você deve dedicar às atividades de sua vida mas sempre arrumam um jeitinho de você continuar perseverando na Senda do Conhecimento.

E assim o fizeram, e gostaria de voltar postando algumas fatos que foram relevantes para eu formar e consolidar ainda mais minha opinião sobre a Umbanda.

Para acompanhar um amigo meu, Luciano, um verdadeiro irmão, fui conhecer o terreiro do qual a sua sogra fazia tratamento medico para sua coluna, eu gosto muito de terreiros que tem como sua principal forma de trabalho, a cura, logo, me interessei em conhecer.

Chegando lá era um centro totalmente diferente do que eu conhecia, chamado São João Batista, o centro praticamente não tinha altar e as cantigas de Umbanda eram entoadas como se fossem cantos gregorianos, com melodias vagarosas, prolongando as notas musicais, enfim, um tipo de canto muito bonito, também louvaram exú na abertura. A abertura foi muito demorada, em torno de 40 minutos, mas bonita.

Os guias raramente faziam consultas, mas acertavam em cheio as molestias e outros miasmas carregados por nossos corpos físicos e espirituais, eu estava com uma razoável dor na coluna e cansaço nas pernas, mas ali ninguém me conhecia e eu não sou muito de me queixar de dor, logo, quem me levou também não estava ciente do que eu estava sentindo, e na minha vez, fui até o meio

Chegando lá, você deixa sobre uma maca e tem que tirar a camisa, o tratamento é intenso e extenso, senti várias vibrações atuando sobre mim, sentia um frescor interessante e simultaneamente um calor vibrante, junto com o tratamento na coluna, eu recebia um tipo de massagem nos pés e na panturrilha, o alívio era imediato, a dor estava indo embora, enfim, foi uma experiência incrível. Pude sentir várias fagulhas de luz descendo sobre meu corpo, e eu sentia que o tratamento demandava grande energia dos mediuns, quando o tratamento acabou, os dois que atuavam sobre minha coluna, desabaram sobre as cadeiras, enfim, o tratamento foi muito bom, saí  extremamente aliviado.

E como um curioso por natureza, ainda comecei a me questionar, sera que ninguém vai me repreender porque parei de ir na Umbanda, porque como alguns sabem, eu praticamente abandonei o centro do qual eu fazia os trabalhos por perceber que o dirigente estava levando problemas pessoais aos trabalhos, o que prejudicava intensamente a comunicação do mesmo, mas voltando ao escopo do assunto, um outro guia me chamou no canto e disse, por hoje, voce receberá apenas o seu tratamento medico, mas da próxima vez, iremos converser sobre algumas atitudes suas perante o antigo terreiro. [risos].

Mas talvez para minha felicidade, o centro entrou de férias e só terei a bronco em agosto.

Mas em suma, o centro tinha um ritual totalmente diferente do que eu já havia presenciado, a forma de condução dos trabalhos, as orações e o jogo de luzes que havia dentro do centro foi um toque a parte.

E assim percebi que existe sim, várias formas de praticar a Umbanda, e como eu repito exaustivamente no blog, cada um deve ouvir sua própria entidade, porque ela e somente ela poderá te auxiliar a forma que ela trabalha, a melhor vibração e liturgia da qual sera extremamente efetiva para ambas as partes.

Esse é um caso de um sacerdote que “ignorou” os fundamentos que muita Umbanda pratica e utilizou uma liturgia particular para alcançar o denominador comum: A prática da Caridade através da incorporação.

Paz profunda.

Anúncios

Um comentário sobre “A forma de trabalho individual em cada casa.

  1. Gstaria de saber sobre ogum de ronda, pois tinha vibração de santa barbara mas quem desceu foi ogum de ronda, gostaria de saber sobre esta entidade.sarava

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s