O Nome das Entidades

 

 

*Por Mãe Iassan Aiporê Pery*

**
**

Existe alguma confusão com relação a nomes com que as entidades se apresentam. Às vezes causa espanto, vários caboclos incorporados simultaneamente, apresentarem-se com a mesma denominação, alguns médiuns chegam a ponto de se confundirem ou mesmo inventarem nomes para explicarem tal fato, ou tentar ser diferente.

Para isso tentaremos primeiro através de um exemplo paralelo explicar tal fato, depois nos deteremos em mais explicações técnicas.

Nos países, por exemplo, temos os ministérios, certo? Vamos tomar como exemplo o exército. Esse ministério tem sua hierarquia com nomes na qual se agrupam pessoas, as quais ocupam cargos e que são designados como general, coronel, major, tenente, cabo, etc., cada qual é um general, um coronel, mas também seu fulano, assim cada ministério possui designações as quais se agrupam as pessoas que militam naquele ministério.

Assim também na Umbanda, agrupam-se entidades simpatizantes da forma de trabalho, grau evolutivo ou características vibratórias. Agrupam-se sob a Égide de um Orixá, que por sua vez se subdivide em falanges, e as falanges em sublinhas. Desta forma não é de se estranhar, por exemplo, que o Caboclo Rompe Mato, ou Pai Francisco, possuam agrupados consigo, sob sua égide, vários trabalhadores os quais, ao se apresentarem denominem-se pelos nomes
com quem trabalham.

A explicação metafísica, por assim dizer, reside no fato de que nos planos hiper-físicos quando nos colocamos sob a direção de um mestre, mantemos nossa individualidade, mas fazemos parte de sua estrutura monádica, assim o que sentimos o mestre sentirá, estamos em contato direto com ele através de nossas auras, e seremos o mestre, faremos parte dele, seremos uma pequena
fração do seu ser. Seremos muito mais o mestre do que nós mesmos. Portanto concluímos que os nomes são dos falangeiros, não o nome da entidade propriamente dita. Quando trabalhamos com espíritos da natureza, por exemplo, estas entidades nem falam, não têm nada similar com a evolução humana, que dirá nomes.

 

TRIÂNGULO DA FRATERNIDADE

Choupana do Caboclo Pery

Regência Oxossi – Umbanda.

sarava@portoweb.com.br

ENDEREÇO:

Rua Barão de Tramandaí, 23.

Bairro Passo d’Areia.

Porto Alegre – RS.

 

Mais informações:

http://www.caboclopery.com.br/choupana_do_caboclo_pery.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s