Fenomenologia orgânica e psíquica da mediunidade


 

Há quase um século se estuda os fenômenos orgânicos e psíquicos da mediunidade. No Brasil um dos mais importantes estudiosos nesta área é o neuropsiquiatra Sérgio Felipe de Oliveira, mestrado em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor da Clínica Pineal Mind de São Paulo. Nesta entrevista para a revista “Saúde e Espiritualidade” (“Health and Spirituality”), Dr. Sérgio nos conta um pouco de seus estudos e investigações sobre a glândula pineal e a mediunidade.

  •  

    Saúde & Espiritualidade: A Ciência reconhece o tema da “mediunidade”?

     

    Dr. Sérgio Felipe de Oliveira: O Código Internacional de Enfermidades (CID) N°10 (F44.3) de certa forma o reconhece; do mesmo modo que o tratado de Psiquiatria de Kaplane e Sadock, no capítulo sobre as teorias da Personalidade, quando se refere ao estado de transe e de possessão pelos espíritos. Carl Gustav Jung, fez um estudo com uma médium possuída por espíritos. Enfim, já é uma abertura para discutir o tema do ponto de vista científico.

     

  •  

    S&E: No seu curso, como o senhor orienta as pessoas para o estudo da mediunidade?

     

    Dr. Sérgio: De início, é necessário apresentar os conceitos de Universos Paralelos e a Teoria das Superquedas, porque essas hipóteses científicas buscam a unificação de todas as forças físicas conhecidas e pressupõem a existência de 11 dimensões, coincidindo com a revelação espírita sobre os diversos planos da vida espiritual. Temos que estudar também outros temas científicos importantes, tal como a Física Quântica, apresentada por Einstein e desenvolvida por Paul Dirac, assim como o teorema de Gödel. Precisamos discutir um pouco sobre os tipos de matéria que participam da construção dos corpos sutis do espírito, além de estudar a dinâmica da Psicologia Transpessoal. Assim podemos entender melhor como se pruduz a comunicação entre os espíritos, sejam esses encarnados ou desencarnados.

     

  •  

    S&E: Que seria realmente a mediunidade?

     

    Dr. Sérgio: A mediunidade é uma faculdade da percepção sensorial. Como qualquer faculdade deste tipo, para ser exercida, a mediunidade necessita de um órgão que capte e o outro que interprete. A nossa hipótese é que a glândula pineal é um órgão sensorial da mediunidade, como um telefone celular, que capta as ondas do aspecto eletromagnético, que vêm da dimensão espiritual, e o lóbulo frontal faz o juízo crítico da mensagem, auxiliado pelas demais áreas encefálicas.

     

  •  

    S&E: Mas a glândula pineal não se calcifica depois dos 10 anos de idade?

     

    Dr. Sérgio: De fato, ocorre o processo bio-mineral da glândula e ela se calcifica. Em minha tese de doutorado da USP, investiguei os cristais da glândula pineal mediante a difração dos raios X. Eu usei também a tomografia computadorizada e a resonância magnética. Tive a oportunidade de observar nos cristais uma micro circulação sangüínea que os mantinha metabolicamente ativos e vivos. Acredito que sejam estruturas diamagnéticas que repelem ligeiramente o campo magnético, cujas ondas se deixam ser recocheteadas de um cristal a outro. Isso é como um seqüestro dos campos magnéticos pela glândula. Quanto mais cristais uma pessoa tem, mais possibilidades terá de captar as ondas eletromagnéticas. Os Médiums ostensivos têm mais cristais.

     

  •  

    S&E: Quais são os sintomas da mediunidade? 

     

    Dr. Sérgio: Variam dependendo do tipo da mediunidade. Nos fenômenos espíritas, como é o caso da psicofonia, da psicografia, da possessão, etc, há captação pelos cristais da glândula pineal e sua ativação adenergética, quero dizer que pode ocorrer ataque cardíaco, aumento do fluxo renal, circulação periférica diminuída, etc. Nos fenômenos psíquicos, em que a alma do encarnado se afasta do corpo, como em estado de desdobramento, os sintomas são outros: podemos ter distúrbios de sono, sonambulismo, terror noturno, ranger de dentes, angústia, fobia, etc. Encaixam-se aqui também os fenômenos de cura e ectoplasma. Nos psíquicos, ocorrem mais fenômenos colienergéticos: expansão das atividades do aparelho digestivo, diminuição da pressão arterial, etc.

     

  •  

    S&E: Quer dizer que a mediunidade não se manifesta sempre como fenômeno paranormal?

     

    Dr. Sérgio: Correto. Uma boa parte das vezes, se expressa mediante alterações do comportamento psicobiológico. A explicação é a seguinte: a glândula pineal, um órgão sensorial, capta as ondas magnéticas dos universos paralelos; a percepção seria enviada ao lóbulo frontal que a interpretaria. Para isso é necessário se ter um certo treino e, antes de mais nada, a transcendência, do contrário não há desenvolvimento nessa área.

     

  •  

    S&E: E no caso de a pessoa não conseguir essa trascendência?

     

    Dr. Sérgio: Nesse caso as ondas magnéticas vão influir diretamente sobre as áreas do hipotálamo e as estruturas ao seu redor, sem passar pelo juízo crítico do lóbulo frontal e sem receber seu comando. Conseqüentemente a pessoa perde o controle do comportamento psicobiológico e orgânico. É o que acontece em muitos casos de obesidade, quando a pessoa come sem fome ou nos casos de dificuldades nas relações sexuais. Se o efeito se produz na área da agressividade, haverá talvez um aumento da auto-agressividade (desencadeando depressão e fobia) ou da hetero-agressividade (com violência contra outras pessoas). Se o sistema reticular ascendente é ativado (esse sistema é responsavel pelos estados de sono e vigilia) podem ocorrer distúrbios nessa área. Nos casos citados ocorrem sintomas sem desenvolvimento da mediunidade, com alterações hormonais, psiquiátricas ou orgânicas. Se não há o controle do lóbulo frontal, as áreas mais primitivas predominam. A pessoa não usa a capacidade de transcendência. Essas são hipóteses que acumulei durante as investigações e nos casos clínicos.

     

  •  

    S&E: Se um paciente lhe perguntasse se o seu problema é espiritual ou orgânico, qual seria a sua resposta?

     

    Dr. Sérgio: Não existe uma coisa separada da outra. Eu parto da hipótese de que a pessoa é um espírito. Por isso a influência espiritual tem repercursão biológica e os comportamentos psico-orgânicos têm influência sobre o espírito.

     

  •  
    S&E : Qual e o caminho para a integração da ciência e da espiritualidade?

     

    Dr. Sérgio: O cérebro está, como um embrião, ligado ao coração. Não existe raciocínio sem emoção. Somente a capacidade de amar constrói a verdadeira identidade das pessoas. Somente após a união definitiva entre a Ciência e a Espiritualidade, a humanidade poderá encontrar a paz e o amor.

     

 

Da revista Saúde e Espiritualidade da Associação Médico Espírita.

 

Nós agradecemos carinhosamente ao grupo espírita SEELE pela tradução para alemão e por nos conceder esta publicação.

 

Anúncios

Baralho Cigano e os Orixás

 

 

 

1 – CAVALEIRO (EXU):

 

Significa o movimento, a transformação da energia espiritual em material. A alegria de viver, o dinheiro e as conquistas de bens materiais. O sexo em sua forma mais primitiva.

 

A forma positiva leva à ação realizadora, à manifestação das propostas do Plano Terra e a atividade dos objetivos propostos.

 

 

2 – PAUS ou TREVO:

 

Significa destruição, a quebra da harmonia, desventura, tropeço, a pedra no caminho. Demonstra sempre negatividade. Representa uma energia que foi enviada e que já se materializou na vida da pessoa.

 

 

3 – NAVIO (YEMANJÁ):

 

Significa saúde, viagens, mudanças e a transmutação. Está sempre em movimento e possui grande capacidade de adaptação a novas realidades.

 

A forma positiva demonstra saúde ou grande capacidade de recuperação, mudanças favoráveis, transformação da rotina.

 

Na forma negativa afasta ou atrasa as viagens ou mudanças. Há perigo de doenças ou debilidade nas defesas.

 

 

4 – CASA:

 

Significa o lar, o lugar seguro, o ponto de retorno e de recuperação, onde se está protegido e em equilíbrio.

 

Na sua forma positiva significa que a pessoa tem um lugar seguro, que a sua reposição de energia ocorre continuamente. A pessoa está protegida das influências negativas externas. 

 

Na sua forma negativa mostra que está havendo desarmonia e desentendimento em casa. A pessoa só se sente bem em outros lugares.

 

 

5 – ÁRVORE (OXOCE):

 

Significa a fartura, a abundância, o crescimento de tudo o que foi plantado.

 

Na forma positiva significa que tudo que se quer semear será colhido em abundância. Novas oportunidades surgirão trazendo fartura à mesa e garantia de sucesso nos empreendimentos. 

 

Negativa significa que está havendo uma quebra no ciclo natural das coisas, que não se está conseguindo completar o que se começou. O que se plantou pode estar sendo colhido por outra pessoa. Pode vir a faltar comida à mesa.

 

 

6 – NUVENS (IANSÃ):

 

São os ventos, o dinamismo, o movimento incessante, a grande capacidade de fluir e não se aprisionar em nada. Confusão de sentimentos; instabilidade; aborrecimentos; tumultos.

 

Na forma positiva significa um grande poder para lutar e vencer. Pessoa altiva, independente, que persegue seus objetivos com garra. Exerce grande atratividade no sexo oposto.

 

Negativa indica arrogância. Pessoa sob influência negativa, com prejuízo para a saúde e perda de interesse pela vida. A pessoa não consegue se ligar em nada, nem a ninguém. Tudo é motivo para brigas e discórdias, principalmente com quem mais gosta.

 

 

7 – COBRA (OXUMARÊ)

 

Significa discórdia, desarmonia, intriga e maledicência. A ilusão das falsas aparências. Traição; inveja.

 

Se positiva, representa o arco – íris com sua beleza ilusória e de promessas de brilho e riquezas.

 

Negativa significa o rastejar da cobra, o deslizar sorrateiro e intencionalmente maléfico, sempre pronta para dar seu bote mortal.

 

 

8 – CAIXÃO (EGUNS)

 

Significa a destruição; a perda definitiva; perdas materiais; doenças graves; a morte.

 

Na forma positiva demonstra que a perda está próxima ou já configurada. Existe um claro objetivo de interromper um desenvolvimento.

 

 

9 – RAMALHETE (NANÃ)

 

Significa alegria, satisfação íntima; felicidade. Entendimento entre as pessoas. Generosidade. Fraternidade. Sorte; contentamento.

 

 

10 – FOICE (OBALUAYIE – OMULU)

 

Significa o corte, a interrupção do crescimento. A perda da colheita na época de colher o que foi plantado. Rompimento. As decisões a serem tomadas. As opções a serem feitas.

 

Positiva simboliza a transformação.

 

Negativa traz a doença e todos os processos que debilitam e enfraquecem o ser humano. O corte em seu desenvolvimento, sonhos e planos, podendo chegar ao extremo do corte da própria vida.

 

 

11 – CHICOTE:

 

Significa o feitiço, a magia negra. A influência maléfica atuando na vida da pessoa. Um feitiço feito na intenção de derrubar as defesas, de quebrar a harmonia individual. Algo que só pode ser combatido com a própria magia Punição, discórdia. Possível punição. Avisa sobre conflito e desarmonia, principalmente na família. Seja cuidadoso.

 

 

12 – PÁSSAROS:

 

Significa o namoro, o romantismo, as pequenas atenções. Carinho. Amor. Desejos amorosos. O pensamento.

 

Negativa demonstra que está faltando motivação no relacionamento, que se tornou agora monótono e enfadonho. A vida que se está levando não tem prazeres ou satisfações. Falta estímulo e motivação para viver.

 

 

13 – CRIANÇA (ERÊ)

 

Significa força da infância, a ingenuidade, a pureza e a alegria. Também os filhos que se tem ou se terá. 

 

Se positiva significa que a pessoa tem proteção e nada de mal vai lhe acontecer. Vá em frente.

 

Negativa demonstra tristeza, desesperança, descrédito quanto às possibilidades de vencer os obstáculos. Falta de esperança no futuro.

 

 

14 – RAPOSA:

 

Carta de aviso de fraude, armadilha, malícia, mentiras. É também a carta de estratagema e engano. Significa também emboscada. Raposas têm bons ouvidos e são silenciosas. Alguém está tentando enganá-lo. Mas também pode estar mostrando uma pessoa inteligente que aproveita as oportunidades que a vida oferece.

 

 

15 – URSO:

 

Significa a falsidade daqueles que se fazem de nossos amigos, porém não o são. Privam da nossa intimidade para melhor poderem descobrir nossas fraquezas e saber onde melhor nos ferir. Significa a traição, o mau caratismo, os maus conselhos. Olho grande; inveja; capaz de subserviência para atingir seus objetivos; mau caráter. Ciúmes. Mas também pode nos mostrar os instintos, nossos impulsos sexuais, a busca do prazer, um(a) amante.

 

 

16 – ESTRELA:

 

Proteção; predestinação. Destino. Realização. Inspiração. Carta de sorte. Simboliza luz espiritual. Seus planos estão sob uma boa estrela. O sucesso está em seu caminho. Seus dons artísticos e de clarividência estão em crescimento.

 

 

17 – CEGONHA:

 

Representa o nascimento ou a mudança. Imprevistos. Novidades. Surpresas. Pode significar a vinda de um filho, de um novo emprego, uma mudança de casa, uma mudança no relacionamento, um novo casamento.

 

Negativa representa a falta de mudança, a ausência de crescimento ou de desenvolvimento nos projetos ou nos objetivos propostos. Está havendo dificuldade no nascimento de novos planos e oportunidades.

 

 

18 – CÃO:

 

Representa o amigo fiel, a amizade pura e desinteressada, que realmente quer o nosso bem.

 

Negativa demonstra que está havendo um mal entendido ou uma má interpretação por parte de um grande amigo. Isto deve ser pesquisado para que se possa superar e a harmonia volte ao relacionamento.

 

 

19 – TORRE:

 

Significa a postura interior da pessoa, o verdadeiro EU. O lado espiritual.

 

Isolamento; reclusão; posição defendida; afastamento; pouco interesse nos assuntos comunitários; noviciado; iniciação.

 

Negativa representa o equilíbrio rompido. Um aprisionamento interior, uma falta de comunicação com o mundo exterior, uma fuga da realidade, um não enquadramento.

 

 

20 – JARDIM (OSSÃE)

 

Família; lazer; semear proveitosamente somente o que compensa; sem interesses materiais; cura; magia das plantas.
Poder latente de cura que pode ser desenvolvido.
Colher o que se plantou.

 


 

21 – MONTANHA (XANGÔ)

 

Representa a justiça, a imparcialidade de julgamento e os negócios. A rigidez e a segurança.

 

Sua positividade representa sucesso nas pendências judiciais, nos litígios, nos casos de partilha de bens. Significa a segurança da casa própria. Representa o poder de se administrar com justiça e retidão. Possibilidade de exercer um cargo de grande poder.

 

Negativa significa que a pessoa tem problemas de papéis ou de justiça. Pode ficar sem emprego ou mesmo sem ter onde morar. Existe uma certa dureza e autoritarismo exagerados, que devem ser temperados para haver o equilíbrio.

 

 

22 – CAMINHOS (OGUM)

 

Significam a estrada da vida, os caminhos a serem trilhados. O livre arbítrio. Uma escolha a ser feita. Caminhos abertos.
Positiva significa que a pessoa vai sair vitoriosa de qualquer disputa, que os caminhos estão abertos e sem empecilhos.
Negativa diz que os caminhos estão bloqueados que as lutas empreendidas podem ser perdidas. Pode significar separação (dois caminhos).

 

 

23 – RATO:

 

Significa perda, a inveja, o ciúme, o roubo. Sempre traz desarmonia, confusão, angústia e desentendimento. Deve – se ter o máximo de cuidado com os objetos pessoais e bens materiais, pois traz avisos de perdas. Não comentar as alegrias e as vitórias, pois isso aumenta a inveja. Está havendo ciúme por parte da pessoa amada; observe com atenção suas atitudes.

 

Negativa apenas enfraquece o seu poder, sem modificar seu sentido.

 

 

24 – CORAÇÃO: (OXUM)

 

Representa a paixão, o sentimento .

 

Negativa avisa que a paixão que se está sentindo é algo efêmero e passageiro, que não se deve tomar nenhuma atitude baseada nesse sentimento, pois ele é enganador.

 

 

25 – ALIANÇAS:

 

Simboliza a união perfeita, o casamento, a sociedade comercial, a parceria, compromisso, acordo.

 

Negativa significa que a união está um pouco enfraquecida.

 

 

26 – LIVROS:

 

Simbolizam o estudo e o trabalho.

 

Positiva significa êxito nos estudos e no trabalho e que vai ter promoção por mérito no trabalho.

 

Negativa significa dificuldades em se alcançar objetivos.

 

 

27 – CARTA:

 

Significa que vai se ter notícia de algo que se está esperando com ansiedade e expectativa, avisos, diálogos, mensagens, visitas.

 

Positiva significa que a noticia será de vitórias. 

 

Negativa quer dizer que a solução do problema ainda demora.

 

 

28 – COMPANHEIRO (CIGANO):

 

Mostra o companheiro da pessoa para quem se está colocando as cartas. Alguém com quem se tem certo grau de ligação, podendo significar também pai, irmão, amigo, alguém por quem se tem interesse e que se interessa por nós.

 

Negativa significa que o companheiro está afastado, não conseguindo ficar em harmonia com a pessoa em questão.

 

 

 

 

 

29 – COMPANHEIRA (CIGANA):

 

A figura feminina. Tanto pode representar a pessoa para quem se coloca as cartas, no caso de ser mulher, como também a mãe, esposa, amiga.

 

 

 

30 – LÍRIO :

 

Simboliza a paz, a beleza, o amor, virtude.

 

Positiva simboliza o amor, o ouro, a tranqüilidade. Traz a maleabilidade, capacidade de se adaptar até para poder transformar a realidade. Mostra que a pessoa tem a visão para o jogo e sensibilidade para o mundo espiritual.

 

Negativa mostra falsidade, mentiras, capacidade de trair os amigos em proveito próprio. É a ambição desmedida e sem propósito.

 

 

31 – SOL (OXALÁ):

 

Representa a vida, o crescimento, o desenvolvimento e a luz. Um novo caminho se abrindo

 

Positiva significa uma posição patriarcal, respeitada e considerada por todos.

 

Negativa demonstra que o Sol não está brilhando, que a pessoa não está encontrando soluções e que os planos não estão se desenvolvendo devidamente.

 

 

32 – LUA:

 

Simboliza as honrarias, o valor reconhecido, o trabalho recompensado. A intuição. Adaptação. Sensibilidade. 

 

Negativa significa uma falsa segurança, adversidade, medo, trevas e perigos ocultos. Pode estar havendo uma conspiração contra a pessoa. Deve – se tomar cuidado com as emboscadas, com os aduladores e traições de amor.

 

 

33 – CHAVE:

 

Simboliza a solução, a resposta, o objetivo a ser alcançado. Saída para os problemas. Segredo .

 

Negativa a resposta será afastada, a solução será difícil.

 

 

34 – PEIXES:

 

Simboliza o dinheiro, a fartura. Multiplicação. Lucros. É a energia do trabalho transformada em dinheiro e bens materiais. 

 

Negativa significa falta de dinheiro, trabalho não recompensado, perdas materiais.

 

 

35 – ÂNCORA:

 

Significa segurança, firmeza de objetivos. Êxito. Representa o patrimônio, os tesouros; tudo o que se consegue acumular em termos de bens materiais. Estabilidade financeira. Vida feliz. 

 

Negativa significa que não há segurança, que não é seguro insistir nos objetivos. Deve – se pesquisar seriamente os motivos.

 

 

36 – CRUZ (PRETOS VELHOS):

 

Representa a vitória dos planos, o encontro, o sucesso nas empreitadas, o triunfo total sobre os inimigos. O domínio de seu próprio desenvolvimento. A soberania do espírito sobre a matéria. Espiritualidade. Sabedoria superior. Autoconfiança.

 

Negativa não muda o significado.

 

 

A Prática do Cumprimento nos Templos Umbandistas

Muitas pessoas sabem como a maior parte das entidades cumprimentam, mas a grande maioria não sabe do porque do abraço triplo ou até mesmo do cruzamento triplo dos braços, para tentar esclarecer isso de uma vez por todas, solicitei ajuda ao mentor que se apresenta como Chico Preto para elucidar sobre isso, muitas das dúvidas que possuo, geralmente é ele o evocado para poder solucionar a minha dúvida.

Apresentação

Olá caros leitores, curiosos e irmãos de fé, decidi fazer esse blog para compartilhar meus 12 anos de Umbanda com todos os aprendizes, adeptos e babás envolvidos nessa maravilhosa religião. Tenho muita afinidade com uma Umbanda mais esotérica, é claro que as mais variadas formas de Umbanda alcançam o pai, dentro desse escopo, escolhi uma forma de Umbanda que mais se adequa ao meu pensamento e gostaria de compartilhar com todos os irmãos de fé o que aprendi com a experiência, entidades e pessoas durante esses 12 anos……

Espero poder contribuir.